03 setembro 2012

A televisão e os homossexuais

Uma pesquisa feita pela folha de São Paulo em 1997, mostrou que 57% dos pais acreditavam que era a televisão  que   educava   os   seus   filhos,  além   disto,   a  pesquisa   apontava   também   que   a   televisão aberta atingia 160 milhões de brasileiros, sendo que 18% eram analfabetos e em torno de 40% eram semianalfabetos, isso é muito preocupante se levarmos em conta que essas crianças de 1997 são os adolescentes de hoje, e que se realmente cresceram educados pela televisão provavelmente estão imbuídos de estereótipos  em relação aos homossexuais, pois por muito tempo a televisão apresentava  (e ainda apresenta) o   homossexual   apenas   como   um   personagem   cômico   que   levava   a   diversão   pela ridicularização”. 
Na maioria das vezes o homossexual é apresentado como um desviante do comportamento “correto” e aceito pela sociedade. Bauman um sociólogo bem famoso no meio acadêmico nos mostra que cada sociedade traça fronteiras e mapas estéticos e morais, por conseguinte ela produzirá também os indivíduos que irão transgredir essas fronteiras, seja pela sua cor de pele, cultura étnica, religião, gênero ou orientação sexual.  Desta forma, pelo padrão cultural e moral muito ligado a preceitos religiosos, o homossexual no Brasil não se enquadra num mapa estético e moral, por isso é visto como o “diferente” sendo não apenas não reconhecido pela sociedade, mas também pelo poder público que ainda não estendeu todos os direitos civis e jurídicos a essa população.   Nos últimos anos o homossexual tem sido representado na televisão de uma forma mais séria, porém a sua orientação sexual nunca é exposta de forma explicita, com um beijo, um olhar romântico ou uma insinuação. Esse tipo de comportamento por parte da televisão e da sociedade em geral pode ser chamado de hipócrita, pois é de alguma forma, uma conduta social baseada na “lei do silencio”, onde existem comportamentos  que   todos  conhecem,  mas   ninguém comenta”.

Depois de alguns dias longe do blog, estou voltando. Brincar de mestrado não é fácil!!

17 comentários:

  1. Muito bom esta sua reflexão ... uma pena q ainda seja assim ... mas enfim, as coisas ainda mudam ... sou otimista ...

    sucesso aí no mestrado

    bjão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Paulo eu também acho que podem mudar, só espero que para a melhor ehehehe
      Obrigado pelo carinho!!

      Excluir
  2. Muito interessante.
    Pior do que se ter construído essa imagem dos gays, é o tempo que demora a desconstrui-la.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para construir estereótipos é bem rápido, para fazer a sociedade esquecer eles é que demora. Concordo com vc.

      Excluir
  3. O problema é que - em certos assuntos - a evolução anda a passos lennnnnnnnnnnntos... hehehe! E homem que faz mestrado é coisa mutcho secsy! Hahahahaha! Bjonas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais sexy do que isso só mesmos os gaúchos ahsuahsuahsua

      Excluir
  4. excelente texto.
    que bom que está de volta e continua mandando bem!

    ResponderExcluir
  5. Ótima reflexão, não acompanho a TV tanto para apresentar uma opinião melhor, mas numa última novela que assistir que foi exposto o romance gay não me recordo o nome, lembro que havia dois estilistas que brigavam e tal, foi gostoso ver aquele romance que se desenvolveu e teve outra novela também(não me lembro o nome também) duas que me agradaram a abordagem. A TV erra muito, mas pode oferecer de vez em quando algo de bom para os que a assistem.
    Como dito anteriormente difícil é desconstuir o que foi feito. O presente está ai para conseguimos este futuro que sonhamos.
    Abraços e boa semana a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O caso das novelas é sem dúvida o que mais produz esteriótipos, mesmo quando tenta passar a imagem de inclusão está descriminado.

      Excluir
  6. Excelente post Frederico. Claro e direto. Realmente antes como agora os personagens homo da tv tem sido caricaturas da realidade. Adolescentes "educados" com essa ideia não serão adultos ajustados e preparados para uma sociedade digna de homens e mulheres a serem respeitados.
    Abraços querido e boa volta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você Margot,
      e obrigado pela carinho :)

      Excluir
  7. Bem acertada essa sua reflexão, e bem vindo de volta.
    Abraços boa semana.

    ResponderExcluir
  8. sem sombra de dúvida, hipocrisia sim. sem pensar duas vezes.

    ResponderExcluir
  9. Gaúcho nem é sexy. É TRI-sexy. Mas bah, tchê! Hahahaha! Bjs!

    ResponderExcluir

Fala bonita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...