27 agosto 2013

Sensualizando

14 comentários
Cadê minha mega-sena para ter um mordomo desses… 
1373064827felipe_tito_em_amor_a_vida370x211
24ago2012---o-ator-felipe-titto-que-vive-o-mordomo-wagner-em-amor-a-vida-participa-de-uma-sessao-de-fotos-para-uma-marca-de-roupas-no-rio-de-janeiro-1377433290733_300x500felipe1images (1)images (2)
imagesAmor à vida

25 agosto 2013

Viciados

23 comentários
Estatísticas recentes apontam que 25% das buscas realizadas na internet estão relacionadas à pornografia, e que ela é o quarto principal motivo que conduz as pessoas para a rede mundial de computadores. Assustador, não? Sinceramente? Não. Que os dedinhos que nunca confundiram YouTube com YouPorn nos atirem a primeira pedra.
Já estamos carecas – e com as mãos cabeludas – de saber que a pornografia é um notável estimulante sexual. Tanto é que inúmeros casais gostam de assistir aos filmes juntos – seja para buscar inspiração ou contrainspiração. Mas o que provavelmente você não sabe é que a pornografia vicia, exatamente como uma droga. Um XVideos e um RedTubezinho podem parecer inofensivos a princípio, mas a verdade é que, quanto mais você expõe seu cérebro a esse “gênero cinematográfico”, mais resistente você fica aos estímulos sexuais e mais compulsivo você se torna pela coisa, o que pode resultar, a longo prazo, na perda de interesse pelo seu parceiro sexual. O bom é que essa dependência não mata :)
E vocês caros leitores, são adeptos de um filme +18?

30 junho 2013

Brasil x Espanha

8 comentários
Não curto futebol, mas não posso dizer que na final da copa das confederações não teve nada de bom.
Teve os espanhóis (faria com todos e dava repeteco)

Teve cafuçu (faria também, sou eclético)
Teve protesto na cerimônia de encerramento
Plus do post
(não é algo bom, mas interessante)
Teve Neymar durante a copa mostrando que usa Lupo

25 junho 2013

O que não fazer no facebook

13 comentários
Nas ruas e principalmente no facebook o que mais vejo são pessoas despolitizadas. Em parte é culpa da nossa educação precária e da falta de investimentos nesse setor, mas também é culpa do próprio indivíduo que não busca por conhecimento e abrir a mente, acha que conhecimento se adquire no facebook ou na globo.com. 
Depois de queimar meus olhos vendo muita merda no facebook, decidi dar dicas de etiqueta para ser um manifestante (preguiçoso) com elegância:
1- Sempre certifique-se das suas fontes (não vale curtir ou compartilhar algo sem ter certeza se aquela informação procede ou quem postou ela e por que motivo)
2 - Evite opiniões senso comum (Ex: "Sem partido, eu me represento". Ai a pessoa diz isso feliz da vida. Otária!! Nem posso chamar de fascista por que a pessoa não sabe o que é, provavelmente não é, mas é maria posta com as outras.
3- Manifeste opinião sobre o que você sabe (Ex: é contra a PEC 37, ótimo, mas sabe o que é?)
4 - Número de postagem por dia tem limite (Você não pode postar alguma coisa a cada 2 minutos, polui a pagina dos seus amigos. Duas ou três postagens já entendemos sua posição nesse momento) 
5-Não poste o que você não faz (Ex: "Chega de corrupção, cadeia para corrupto". Foi no shopping furou a fila do busão, ganhou troco a mais numa compra e não devolveu, enfim a corrupção e a desonestidade existem em vários níveis e a mudança para uma sociedade melhor começa por uma mudança em cada um).

Mas o mais importante é você não forçar ser o que você não é, não compartilhe ou poste algo só por que seus amigos fizeram isso ou por que estamos no calor de manifestações, compartilhe aquilo que você acredita. Manifestar e reclamar os nossos direitos são fundamentais e importantes, mas temos que saber para quem reclamar (nem tudo é culpa da presidente) e por que reclamamos. Não nos deixamos ser manipulados pelas grandes mídias brasileiras. 

21 junho 2013

A tal da cura Gay

13 comentários
Oi pessoas, eu sumi por muito tempo, e nem tinha previsão em voltar agora, pois continuo na árdua tarefa de escrever minha dissertação. Mas, os últimos acontecimentos me obrigam a voltar aqui no blog e manifestar a minha indignação. Milhares de pessoas estão indo para as ruas manifestar, manifestar sobre tudo, acho essas manifestação válidas, apesar de perceber claramente a apropriação de oportunistas que estão mudando o foco das manifestações, inclusive penso cada dia mais que estamos em processo de um golpe midiático para tentar derrubar a nossa presidente. Tenho minhas apatias em relação a Dilma, mas no entanto eu ainda acredito em seu governo, se compararmos ao que tínhamos antes. Mas o caso não é só esse. Ontem aqui em Floripa 30 mil pessoas se reuniram para manifestar, e eu estive lá. Muitas piadas no facebook sobre a cura gay - que vamos ser trados no SUS, ou seja nunca - mas está na hora de acabar com as piadas, a questão não é cura, não estão preocupados em nos "curar", mas é esse um discurso discriminatório e que pode fechar as portas da liberdade para  nós. 

14 abril 2013

Não foi um fim, foi um recomeço

7 comentários

A vitimização é um processo comum pra acalmar a dor. Ela exige que a gente dê um tapa na cara do outro sem luvas. Que é pra esbofetear e deixar alguma marca. Porque, no fundo, a gente acha que não é justo. Ainda mais se a outra pessoa se for sem que a gente queira. Precisamos infringir algum tipo de dor ao outro pra se sentir melhor. Precisamos manchar um pouco a imagem de quem tá indo, para arrumarmos alguma desculpa ou falha de caráter – do outro – que justifique o término, o abandono, a superação rápida, o desalento e todas essas pontas soltas que nos deixam sem saber como reagir. 
Eu fui – como você poderia ter ido e como muita gente se vai – e o mundo continua. Não tem motivo pra ficar bravo comigo nem pra transformar essa dor toda em acusação. O amor verdadeiro está na renúncia e eu renuncio de você em respeito a tudo o que vivemos. Que existiu, que foi lindo, mas que – como tudo na vida – teve um fim. Dizer que não deu certo seria blasfêmia  deu sim, certo demais, mas acabou. Como um filme bom que toca a gente mas acaba. Ou como livro que a gente tenta em vão ler devagar para o fim não chegar. Eu me detestaria se continuasse aqui por pena. Seria uma traição comigo e com você. Eu vou e eles também se foram um dia desses. Porque o lado triste do amor é que alguém sempre vai – e aposto que algum dia você vai também.
As coisas deveriam ser simples assim, nada é eterno ou para sempre. As pessoas deveriam ser mais resolvidas, todo mundo um dia sofre ou fará alguém sofrer, mas todos nos sobreviveremos. Menos dor e mais amor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...